Ascensão do Terceiro

À espera dos foragidos

interlúdio

O sol já se punha por traz da imponente Golden Tower em Tyr, quando um robusto kank atravessava o distrito dos comerciantes montado por um humanoide encapuzado, um horário em que o movimento no local se torna cada vez menor. O cavaleiro do kank parou sua montaria na frente de uma loja grandiosa localizada no coração do distrito.

O estabelecimento possuía o símbolo de um grande diamante negro na frente, e o cavaleiro adentrou esse estabelecimento descobrindo seu rosto. Ele era um elfo careca que possuía uma cicatriz que cobria grande parte da sua cabeça.

Um mul servia como leão de chácara para a loja, e já sabendo quem era o elfo, falou para ele com cara de poucos amigo.

- O chefe espera por você nos fundos.

Ansgar, chegando numa divisória de contas mais dentro da loja foi empurrado pelo mul com força suficiente para cair de cara no chão já dentro desse cômodo. Voltando a cabeça para cima com surpresa, viu um homem vestido com roupas negras com detalhes amarelos, sentado numa cadeira atrás de uma mesa olhando fixamente para ele.

- Como meu falecido pai sempre disse, os elfo são melhores roubando e enganando do que negociando. – falou o homem, com um olhar que parecia lançar dardos em quem ele fintava.

- Mas não é possível, sou o melhor no que faço. Deve haver algum engano, senhor Vordon. – disse Ansgar se levantando, limpando sua camisa, e olhando para o imponente homem que o encarava, com cara de incrédulo e não entendendo o que estava acontecendo.


Na sala além de Ansgar, Thaxos Vordon e do mul que fechava a saída da sala, estavam mais dois humanos trajados com roupas nobres, sentados na sala com os olhos voltados para Ansgar. E também um halfling que estava ao lado da cadeira do chefe da casa de comercio, Derlan Watari. Ele era o único que não estava como a cara fechada, não só isso, até parecia que um breve sorriso escorria da sua boca.

- Os dois que aguardamos ainda não chegaram. Você falou, seu elfo miserável, que estariam nas mão deste nobres homens ainda esta noite!

- Mas eles já estavam a caminho hoje a tarde e pensei que veria seu sorriso juntamente… – demorou Ansgar para falar, quase engolindo o que ia dizer- como o restante do meu dinheiro.

Os olhos de Thaxos Vordon inflamaram pela ousadia de Ansgar, e ele pensou, como um relis bandoleiro escravagista estava tentando dar as cartas num jogo em que ele era experiente, ou melhor, um dos melhores jogadores. Porque mesmo com o fim da escravatura em Tyr ele e sua casa ainda negociavam escravos para outras regiões, e quando um escravo em especial era requisitado, a sede em Tyr ainda se envolvia nesses assuntos, mesmo que para isso, tivesse que molhar a garganta de algumas pessoas influentes mais manipuláveis.

Mas logo sua calma e experiência tomaram a frente, e ele ponderou com o elfo.

- Lhe darei mais uma chance, Ansgar, até hoje não me arrependi dos trabalhos seus, e dos seus homens, mas – interrompeu a fala e olhou rapidamente para o halfling – preciso de uma garantia que irá cumprir o prazo desta vez.

Como um lagarto, o halfling se esgueirou agilmente pela mesa, não dando tempo para uma reação do elfo, fincado uma adaga na perna esquerda dele. Ansgar foi tomado de surpresa e não teve ação até a adaga já está fincada nele. E a única coisa que fez foi urgir de dor e colocar a mão no cabo da adaga, quando foi avisando por Thaxos.

- Se fosse você não tentaria remover essa adaga da sua perna, pois a lamina dela é muito frágil e caso tente puxa-la se quebrará e liberará um veneno que lhe matará em poucos segundos. E o único hábil para remover essa adaga é Derlan, que o fará assim que tivermos nossa mercadoria. Agora saia daqui e traga-os a mim pessoalmente.

Ansgar sentia muita dor na sua perna, e saiu mancando da presença de Thaxos e da loja, e com todo o cuidado subiu no kank tratando de cobrir sua perna com cuidado para não levantar suspeitas. Ele cruzou a saída de Tyr, e não parava de pensar.

“Quando terminar esse maldito trabalho e entregar o maldito mago e o irmão dele para Thaxos irei te matar Derlan!”.

Comments

jonny333 jonny333

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.